Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on Tumblr0Pin on Pinterest0Email this to someone

Atualmente há pessoas que não gostam do tipo de relacionamento monogâmico e decidem adotar o poliamor. Apesar de ele ser conhecido por alguns, muita gente não sabe o que é o poliamor e outras nem sequer sabem de sua existência. Saiba o que é poliamor e se é possível ter um poliamor virtual:

O poliamor virtual

O que é poliamor?

Imagine, por exemplo, você em sua casa preparando o jantar com sua namorada Julia, quando sua outra namorada Cristina chega do trabalho. Alguns minutos depois entra o Roberto, outro namorado de Cristina. Todos se sentam à mesa e têm um ótimo jantar sem brigas nem ciúmes. Alguns podem achar que esta cena é uma loucura, mas não é algo muito difícil de acontecer entre pessoas que adotam o poliamor como uma alternativa à monogamia.

O poliamor (polyamory, em inglês) é tipo de relacionamento onde é possível se relacionar com mais de uma pessoa ao mesmo tempo, desde que haja o consentimento dos demais envolvidos. Não é um tipo de relacionamento onde a pessoa é livre para fazer tudo que quiser, pois normalmente são definidas algumas regras que devem ser seguidas. Ficar com outra pessoa sem que os demais saibam pode ser considerado traição.

Tipos (ou formas) de poliamor

Existem diferentes formas de poliamor, sendo que a escolha depende da preferência dos envolvidos. Confira alguns exemplos de tipos de poliamor:

  • Poligamia: A poligamia ocorre quando uma pessoa casa com várias pessoas, sendo que estas podem ou não estarem casadas ou manterem relação de amor entre elas;
  • Relações Mono/Poli (monopoliamor): Ocorre quando um poliamorista tem um relacionamento com um monogâmico. Neste caso, os dois continuam do jeito que são, o que é adepto do poliamor continua tendo relacionamento com mais de uma pessoa e o monogâmico continua tendo um relacionamento com uma pessoa, que no caso é o poliamorista;
  • Sub-relacionamentos: Ocorre quando há relações primárias e relações secundárias;
  • Relação em grupo (ou casamento em grupo): Todos são associados do grupo de maneira igualitária.

O poliamor e os ciúmes

Quem deseja viver relações poliamorosas deve ter em mente que a pessoa poderá se relacionar com outras, o que acaba não sendo nada bom para quem é ciumento. Entrar em um namoro poliamoroso ou até um casamento poliamoroso requer o controle dos ciúmes. É necessário saber que a divisão de seu parceiro é algo natural neste tipo de relacionamento e só seguir em frente se for isso mesmo que desejar.

Diferença entre relacionamento aberto e poliamor

Engana-se quem pensa que o poliamor é igual ao relacionamento aberto. No relacionamento aberto (ou no casamento aberto), as pessoas são livres para se relacionarem com outras pessoas, porém não da mesma forma que com seu parceiro principal (ou seus parceiros principais). Leia também:

No poliamor, a pessoa pode se relacionar da mesma forma com várias pessoas, desde que os envolvidos tenham conhecimento. Ou seja, como o nome sugere, cada um tem a liberdade de amar e se relacionar com quantas pessoas quiser. Entretanto não é só porque há a liberdade que a pessoa deve buscar o maior número de pessoas que conseguir para se relacionar.

É possível ter poliamor virtual?

Atualmente, os relacionamentos virtuais e os relacionamentos à distância são bastante comuns. Quando a pessoa conhece alguém pela internet e começa a perceber que ambos podem dar certos juntos, um namoro virtual pode ser iniciado. Porém, se a distância os impede de se ver com frequência, o namoro virtual também pode ser classificado como namoro à distância. Contudo nem sempre o relacionamento à distância é iniciado através da internet. Há casos em que o casal mantinha um namoro convencional, porém por algum motivo, um deles teve que se mudar. Diante da situação, o casal pode optar por continuar namorando à distância ou não.

Apesar de ser difícil encontrar registros de pessoas que mantêm um relacionamento de poliamor virtual ou um relacionamento de poliamor à distância, nada impede que ele possa existir. Nós vivemos em uma era onde é possível encontrar diversas pessoas com uma mente mais aberta. Se relacionamentos à distância são possíveis e os de poliamor também são, por que a junção dos dois também não seria? É claro que o preconceito ainda é grande, mas não vale a pena desistir do que se acredita só por causa da opinião alheia.

Você vive ou já viveu um relacionamento de poliamor virtual? Relate a sua experiência aos demais visitantes.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on Tumblr0Pin on Pinterest0Email this to someone